Notícias

Assembleia Geral confirma delegação para 3º Congresso da CSP-Conlutas

Nesta quinta-feira, dia 14 de setembro, a Assembleia Geral do SINDSERM pautou: a sessão do TCE-PI sobre precatórios do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef), o referendo da chapa de delegadas(os) ao 3º Congresso Nacional da CSP-Conlutas, campanha salarial e denúncias contra Firmino (PSDB), e o Dia Nacional de Lutas. O ato ocorreu em frente ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI).

Em todo o país, a classe trabalhadora realizou panfletagens, assembleias, atos públicos e outras ações para chamar a atenção da sociedade para os desmandos do Governo Temer (PMDB) que ataca diariamente a população, especialmente no tocante às reformas previdenciária, trabalhista e a Lei da Terceirização.

O Dia Nacional de Lutas somou as vozes de trabalhadoras(es) contra os corruptos e corruptores, contra a retirada de direitos e por “Fora Temer e os corruptos do Congresso”.

Em Teresina, a luta pelo reajuste salarial continua, além da luta pela devolução do precatório do Fundef, desviado irregular e ilegalmente pelo prefeito Firmino Filho e seus apoiadores. O prefeito tem visitado o TCE-PI, na tentativa de enganar as(os) conselheiras(os) afirmando ter usado os recursos da maneira correta e para pagar servidoras(es). Visto isso, o SINDSERM já havia solicitado à categoria que levasse comprovantes de solicitações de mudanças de nível não aplicadas, titulação e retroativos não pagos. Assim, uma comissão foi delegada durante a Assembleia Geral para protocolar os documentos que desmentem a afirmação de Firmino, além de reverberar as afirmativas do Sindicato a respeito da ação dos administrativos.

A conta do Fundef continua bloqueada e ainda está sendo aguardado que o caso seja julgado, provavelmente pela Justiça Federal. Apesar da lentidão nos processos, um fato novo surgiu nesta semana que foi a proibição do prefeito em assinar contratos com uma das empresas envolvidas no escândalo, a Belazarte.

O setor jurídico do SINDSERM reafirmou a importância da categoria participar do cotidiano do Sindicato e também leve os documentos necessários ao solicitar algo no setor para que o andamento seja mais rápido. Nenhum atendimento ou encaminhamento deste tipo será feito de maneira online ou por Whats app.

A Prefeitura de Teresina tem tentado cercear o Sindicato de algumas maneiras como, por exemplo, não efetivando os pedidos de filiação de cerca de 180 pessoas desde o começo da atual gestão. A assessoria jurídica está verificando os casos e pede que as(os) servidoras(es) informem caso não efetuem pedidos de filiação ou sofram descontos duplicados.

Referendo

As chapas foram votadas no dia 4 de setembro durante Assembleia Geral. Durante a Assembleia deste dia 14, houve pedido de retirada de um dos componentes e, após argumentações contrárias e favoráveis, a Assembleia Geral decidiu quem serão os 25 representantes no 3º Congresso da CSP-Conlutas, que ocorrerá de 12 a 15 de outubro em Sumaré-SP, com os nomes aprovados da chapa “SINDSERM de Volta para as Lutas” e mantendo os representantes da chapa “Avançar com Lutas”.

Sobre o autor

SINDSERM THE

Sindicato das(os) Servidoras(es) Públicas(os) Municipais de Teresina

Deixe um Comentário