Destaque

SINDSERM realiza edição especial Novembro Negro do projeto cultural LaborArthe

Escrito por SINDSERM THE

No mês de novembro acontecem as celebrações em torno da data que marca o Dia da Consciência Negra (20/11). O Sindicato das(os) Servidoras(es) Públicas(os) Municipais de Teresina (SINDSERM) conta com um calendário anual de atividades organizadas pelo Coletivo de Gênero e Classe e Setorial de Negras e Negros que culmina com o Novembro Negro. No domingo, dia 22, acontecerá uma edição especial do projeto cultural LaborArthe em formato de live, a partir das 16h, com transmissões na página no Facebook e YouTube da entidade sindical.

Uma das participações será do Grupo de Cultura Afro Ijexá que nasceu em 2004 a partir do desejo de algumas pessoas que faziam parte de grupos das comunidades da zona sul de Teresina. A ideia é fortalecer a luta dos grupos negros na valorização e preservação da cultura, através da música e dança afro. O nome Ijexá na língua YORUBÁ significa: toque de tambor para o orixá oxum e tem sido com o espírito de luta sempre quando desenvolvido todo um trabalho no sentido de fortalecer o respeito à cultura para construção da autoestima da população negra no Piauí. O grupo é uma organização sem fins lucrativos e desenvolve oficinas, seminários, debates e diversas apresentações. São 25 componentes, dentre eles dançarinos, percussionista e vocal.

A poesia ficará por conta de duas mulheres potentes. A começar por Kimani, poeta, compositora, produtora e mulher preta paulistana. Filha de Carmelita e Clemente, suas raízes são uma mistura de Bahia e Interior de São Paulo. Nasceu no Grajaú, periferia da zona sul de São Paulo e iniciou sua jornada na cena das batalhas de poesia (Slam) em 2017 e concentra sua militância através da poesia falada e de versos melódicos que tocam o público. Ela é a atual vencedora do SLAM BR 2019 e representou o país na Copa Mundial da França que aconteceu online em decorrência do COVID-19. Kimani acaba de ganhar mais notoriedade com sua criação e narração do poema de apresentação e divulgação intitulado “Manifesto” para o lançamento da primeira temporada da série americana “The Handmaid’s Tale” pelo Globoplay.

A outra convidada é Luz Ribeiro. Em tempos de redes sociais, Luz Ribeiro prefere pousar em redes de balanços e afetos. No Instagram @luzribeiropoesia tem alguns seguidores, mas luz sonha em ter sempre com quem seguir. Luz é coletiva: slam das minas-São Paulo e coletivo legítima defesa. Escreve desde que fora alfabetizada e nem por isso se acha poeta, sonha com o dia que será poesia. Campeã do “slam flup nacional” (2015),  campeã do “slam br” (2016) e semi finalista da “coupe du monde de slam de poésie”  (FRA – 2017). Protagonizou  um  dos capítulos da série “Bravos” na TV Brasil. É ainda autora dos livros: “Eterno Contínuo” (2013) , “Espanca”  e “Estanca” (2017).

A dupla Junior Jammyz e Alice Wonder, com os convidados DJ Mike Lee e Alab, trarão um show performático com mistura de Rap, Trap, Reggae e Dança. No caso específico do show será apresentado traços de puro talento em performances que ganham um poder atrativo do público presente, seja pela força e conotação das letras e poesias rimadas faladas ou declamadas, ou pelo poder do HIP HOP, as músicas que retratam como um todo a realidade de Teresina, da nossa zona sul, em seus melhores aspectos, colocando em cheque a potência e fervor da música piauiense. Ainda conta com o resgate da dança de origem africana que atualmente roda pelo mundo.

As caricaturas ao vivo ficarão por conta de Joaquim Monteiro. Joaquim é arte-educador, designer e professor de artes das redes estadual e municipal de ensino, nesta última atualmente representa a categoria como membro da Direção Colegiada do SINDSERM Teresina na Coordenação de Comunicação e Imprensa. É graduado em Educação Artística pela UFPI e tem pós-graduação em História da Arte e da arquitetura. Participou do corpo de jurados do Salão de Humor da MedPlan em 2019. Jurado do Piauí Cartoon em 2019 e já participou de diversos salões de humor, exposições coletivas no Piauí e outros estados. Publicou os livros de cartum “Dê Gaitadas a Folote com o Piauiês” (2011) e “Dê Gaitadas a Folote com o Piauiês II – A Peleja” (2015).

O LaborArthe acontece no formato de lives desde o início do distanciamento social seguindo as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS). O evento promovido pelo SINDSERM tem a finalidade de debater assuntos políticos da categoria, além de promover diálogos entre diferentes linguagens artísticas.

 

Sobre o autor

SINDSERM THE

Sindicato das(os) Servidoras(es) Públicas(os) Municipais de Teresina

Deixe um Comentário