Destaque Notícias

Firmino Filho (PSDB) fecha as portas do Palácio e se recusa a dialogar, mais uma vez, com profissionais de Educação

Escrito por SINDSERM THE

O SINDSERM Teresina e o Comando da Greve da Educação Municipal realizaram Ato Público em frente ao Palácio da Cidade, nesta última sexta feira (27), para exigir que o prefeito Firmino Filho (PSDB) pare com as perseguições e receba a comissão de negociação.

Desde o dia 13 de janeiro de 2020, quando o SINDSERM solicitou formalmente um Calendário de Reuniões para negociar a Pauta de Reivindicações com a administração municipal, que o prefeito vem se negando a dialogar com a categoria. Diante desta recusa, o setor da Educação decidiu entrar em greve dois meses depois.

Em vez de negociar o pagamento dos sete meses de retroativo do Piso do Magistério, o pagamento das mudanças de nível, com efeito retroativo, para todos os que têm direito, as titulações e pagar as indenizações previstas nas sentenças judiciais, as férias de janeiro de 2021 e a estrutura para o trabalho remoto, Firmino insiste em perseguir professoras(es), fazendo descontos ilegais e zerando contracheques desde o mês de julho, ameaçando, em plena pandemia, a segurança alimentar das famílias das(os) profissionais que exercem seu legítimo e legal direito de greve.

O ato respeitou o distanciamento social e o uso de máscaras era obrigatório. Durante a manifestação aconteceu uma apresentação teatral alusiva ao #NovembroNegro, dando sequência a várias atividades que o Setorial de Negras e Negros da entidade sindical vem promovendo, como reforço político-pedagógico no combate ao racismo estrutural.

Também teve sequência o Projeto MUDA TERESINA: a cidade precisa respirar, que distribuiu várias mudas de árvores nativas e pretende contribuir com a educação ambiental e o combate à exploração e à opressão na capital. A meta é incentivar o plantio de um milhão de árvores em quatro anos, na capital. O projeto também prevê a divulgação de várias formas de lutas dos movimentos sociais, com auxílio das redes sociais.

No dia 03 de dezembro o SINDSERM realizará uma Assembleia Geral para discutir os novos passos da luta e a relação com a nova gestão à frente da Prefeitura Municipal de Teresina.

Sobre o autor

SINDSERM THE

Sindicato das(os) Servidoras(es) Públicas(os) Municipais de Teresina

Deixe um Comentário